segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Pudim do Abade Priscos


 Este pudim é característico aqui da zona de Braga. Fica bastante doce, por isso cuidado ao servir!
Ele desfaz-se na boca quase sem mastigar e, bem feito, é muito apreciado.




Num tacho deitam-se 2,250 kg de açúcar com 12 dl de água e deixa-se ferver 5 minutos, juntamente com 100 gr de toucinho gordo e 3 boas cascas de limão.



À parte junta-se 40 gemas com 10 ovos inteiros. Desfaz-se tudo sem bater. Assim que o açúcar ferve, deita-se em cima da mistura de ovos e gemas e deixa-se ficar assim enquanto se preparam as formas.


Forram-se as formas (daquelas onduladas) com as 9 chávenas de açúcar em caramelo e preparam-se as panelas onde os pudins vão cozer. Deitar água e deixar ferver, pois os pudins devem ser colocados com a água a ferver.






Côa-se a mistura do açúcar com os ovos e deita-se dentro das formas que já devem ter a água a borbulhar. Convém fazer isto usando luvas…







Os pudins cozem cerca de 1,15h. A meio da cozedura é preciso deitar mais um bocado de água nas panelas, pode deitar mesmo água fria.
Depois de prontos e frios, guardam-se no frigorífico e chegam a aguentar um mês!